Uma serie que causa controvérsias.

Para vocês que não conheça a série, segue abaixo a sinopse oficial, além disso a série foi baseado numa séries de livros que já foi adaptado para o vídeo games.

“Baseado no best-seller de fantasia, The Witcher é um conto épico sobre destino e família. Geralt de Rivia é um caçador de monstros solitário que luta para encontrar seu lugar em um mundo onde as pessoas são mais perversas do que as criaturas que ele caça. Quando o destino leva Geralt a uma poderosa feiticeira, e a uma jovem princesa com um segredo perigoso, os três devem aprender a navegar juntos pelo crescente e volátil Continente”

Vejo que a Netflix tentou a agradar os fãs dos games/livros, trazendo episódios atemporais. Esses episódios atemporais causaram grande confusão para o público que não conhecia este universo. Eu não teria feito essa escolha, pois a primeira temporada que dita regra, mas também fui surpreendido, pois a série fez um enorme sucesso.  Mas entendo o motivo da Netflix fazer a primeira temporada assim, o universo de The Witcher é complexo, então foi a melhor maneira de apresentar todos os personagens e o universo.

Falando mais sobre a série no geral eu gostei bastante, mesmo com episódios de 1 hora, não achei a série arrastada, ela tem muita ação, o que acaba te prendendo.

As atuações estão Ok, mas vou ser sincero, acabei me apegando aos outros personagens mais do que o Geralt interpretado por Henry Cavill, não sei se foi o Henry ou até mesmo o desenvolvimento do personagem, mas acho que faltou simpatia e a gente se importar.

Outro ponto alto da série é a trilha sonora, que é ótima.

Portanto, The Witcher é bom, consegue entreter e apresentar um universo bastante promissor.

Nota 4 de 5

Leia também