Homem-Formiga e a Vespa – Crítica

2
1

Homem-Formiga e a Vespa traz Scott Lang (Paul Rudd) Sofrendo as consequências de suas ações em Capitão América: Guerra Civil,  durante dois anos ele tem vivido em prisão domiciliar, contudo faltando alguns dias para a sua soltura e o destino mais uma vez o junta com Hank Pym (Michael Douglas) e Hope (Evageline Lilly) que agora são fugitivos do governo altamente procurados.

Homem-Formiga e Vespa não foge muito da fórmula de sucesso da Marvel: um pouco de comédia, uma pitada de drama e para finalizar um recheado de cenas de ação bem trabalhadas. Contudo, na minha opinião, isso já tem se tornado algo saturado, os que acompanham todo o trabalho da Marvel nesses dez anos, já sabem o que esperar. Claro que gostei da cenas de luta e tudo mais sem contar p grande elenco de alivio cômico formado por Luís (Michael Peña), Kurt (Dave Dastmalchian) e Dave (T.I), sem mencionar a breve aparição do maravilhoso Stan Lee. Finalmente nesse filme temos a explicação de qual motivo o Homem-Formiga não apareceu em Vingadores: Guerra Infinita e a cena extra definitivamente tem um grande importância para o futuro da série.

Homem-Formiga e a Vespa é tudo o que espera de um filme da Marvel, boas atuações, cenas engraçadas, drama, romance e ação, afinal essa fórmula funciona a dez anos, por que agora iria parar de funcionar?

2 COMENTÁRIOS

Que tal compartilhar conosco sua opinião?