Críticas

Published on Maio 20th, 2018 | by UaiNerd

0

Missão Impossível: Nação Secreta – Crítica

Um filme repleto de ação, perseguições, explosões e muita, mas muita correria.

Quando tiveram a ideia de adaptar um seriado famoso da TV americana durante a década de 90, certamente não imaginavam que hoje em dia se tornaria uma enorme franquia com inúmeras adaptações. Missão Impossível 1, dirigido por Brian de Palma em 1996, teve um orçamento de 80 milhões de dólares, arrecadando bem mais do que se esperava e mostrando a mina de ouro que tinham em mãos. E souberam aproveitar dessa mina. Cerca de 19 anos depois, o quinto longa da franquia chegou aos cinemas e nós do Uai Nerd fomos conferir.

Pegando os eventos do último filme: em “Missão Impossível Protocolo Fantasma”, vemos Ethan Hunt (Tom Cruise) com a sua nova equipe mais uma vez salvando o dia, pegando armas que estão num avião que está decolando, e em apenas alguns minutos dentro da sala já sabemos o motivo de termos ido ver. Tom Cruise novamente nos maravilha com uma cena de ação ousada, feita especialmente por ele sem uso de dublês. Logo que a cena termina somos agraciados com a música tema, a qual todos que acompanham a franquia sabem de que estou falando.

Entretanto, ao mesmo tempo que salva o dia, Ethan Hunt, por conta própria, investiga uma organização secreta chamada de “Sindicato”, a qual finalmente ele descobre que é real. Porém, em uma armadilha feita por eles, Ethan é sequestrado.  Junto a esses fatos temos o diretor da CIA, Alan Hunley (Alec Baldwin), cujo durante uma audiência consegue definitivamente o fechamento da IMF por considerar seus agentes impulsivos e imprudentes. Sequestrado e a mercê do Sindicato, Hunt conta com uma ajuda, digamos, bem duvidosa: a bela Isla Faust (Rebecca Ferguson). Após finalmente escapar, Hunt precisa agora se esconder do Sindicato e fugir constantemente da CIA, já que por ser acusado de crimes, passou a ser o procurado número 1. Com a IMF desmantelada e seus amigos agora trabalhando para a CIA, vemos Hunt ser caçado por todo o mundo (outro fator sempre encontrado nos filmes da saga) e a aparição de vários lugares de diferentes continentes. Finalmente uma pista o leva ao Sindicato e agora Ethan está mais preparado do que nunca. Reunindo sua equipe, ele parte em mais uma missão para salvar o mundo (mais uma vez) para finalmente acabar com esta nação secreta que tem um único objetivo: acabar com eles também.

Para quem gosta do gênero ação e espionagem, como eu, Missão Impossível: Nação Secreta é uma boa pedida pro final de semana. Quem nunca viu nenhum filme da franquia, dê uma chance e garanto que não irá se arrepender; quem já a acompanha, eu quero saber o que vocês ainda estão fazendo aí sentados lendo essa crítica.

Dirigido por Christopher McQuarrie, produzido e estrelado por Tom Cruise e distribuído pela Paramount Pictures, “Missão Impossível: Nação Secreta” é tudo aquilo que já estamos acostumados a ver, contudo, não nos cansamos. Mas, afinal, não posso afirmar e nem negar nada sem a permissão do Secretário.

Missão Impossível: Nação Secreta – Crítica UaiNerd

Summary: Dê sua nota também

3,5


User Rating: 0 (0 votes)

Tags: , , , , , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to Top ↑