Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar – Critica

Mais uma aventura para a ponta do nosso pirata favorito, agora em, Jack Sparrow (Johnny Depp) e junto com novos e antigos aliados se juntam na caçada do tridente de Poseidon, ao mesmo tempo em que é caçado pela tão querida Inglaterra e claro pelo capitão Salazar (Javier Bardem), um antigo inimigo de Jack que está morto.

Vemos que mais de 9 anos se passou desde a última aventura do nosso pirata, Jack agora se encontra acabado e completamente desacreditado por sua tripulação, seu querido navio “Pérola Negra” encontra-se preso na garrafa e mesmo assim um garoto ainda procura a ajuda dele para salvar seu pai de uma terrível maldição. Henry Turner (Brenton Thwaites), filho de Will Turner (Orlando Bloom) e Elizabeth Swan (Keira Knightley) acredita que a única maneira de salvar seu pai da maldição do “Holandês Voador” é achando o poderoso mítico tridente de Poseidon, contudo não esperava que um antigo inimigo de Jack que já estava morto quisesse se vingar do mesmo, agora junto com Carina Smyth (Kaya Scodelario) e capitão Barbosa (Geoffrey Rush), o mais novo Turner terá que enfrentar diversos inimigos para atingir seu objetivo.

Em meio a tantas polemicas envolvendo Johnny Deep, devemos separar o ator da pessoa. Não há melhor pessoa para interpretar Jack Sparrow, a atuação de Deep é sensacional e nos arranca risadas em certos momentos tensos.  O filme Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar é uma boa pedida para o final de semana, então não perca tempo.

OBS.: FIQUEM ATÉ DEPOIS DOS CRÉDITOS HÁ UMA CENA EXTRA.

Vivian Duarte

Vivian Duarte

Futura publicitária com grande sonho de trabalhar com produção cinematográfica, enquanto esse sonho não se realiza, nas suas horas vagas contribuí com matérias e criticas para esse site.

Que tal compartilhar conosco sua opinião?