Tão apaixonado por Woody Allen quanto por seu suposto alter ego das telas, o psiquiatra e professor universitário, Elie Chenieux se debruça de forma minuciosa sobre a vida e obra do ator, diretor e roteirista no livro, Woody Allen: Seus filmes são mesmo autobiográficos? Para investigar até que ponto vão as semelhanças e diferenças.

O livro contém 306 páginas que são um verdadeiro presente aos amantes do cinema, se você é fã de Woody Allen vai se deliciar nessa revelador trabalho sobre o artista e sua obra. Se não é fã, com certeza que tal descobrir nesse minucioso estudo, se a obra dele tem mesmo relação com a sua vida pessoal.

Woody Allen

A obra passeia e analisa seus 50 longas-metragens além de diversos livros e artigos sobre ele e entrevistas que concedeu.

O autor do livro Elie Cheniaux é professor da UERJ, médico (psiquiatra) da UFRJ e psicanalista (SPRJ). Tem mestrado e doutorado (UFRJ), e pós-doutorado (UFRJ & PUC-Rio).

Publicou outros quatro livros, entre eles: Cinema e Loucura: conhecendo os transtornos mentais através dos filmes (Artmed, 2010); e O Antifacebook: meus encontros e desencontros com Woody Allen, Hitchcock, Freud, Deus, o Flamengo, as mulheres e… comigo mesmo (Prospectiva, 2014).

Leia também